10 dicas sobre o que não dizer para vender eventos

Se você quer informações sobre organização de eventos, certamente nossas dicas sobre o que não dizer na hora de vender seus eventos vão interessar, a fim de ter mais sucesso e conseguir retorno em suas vendas.

Publicado em 23/09/2021

Avalie este Artigo

Eventos sempre têm possibilidades de serem um sucesso se todos os detalhes estiverem bem cuidados, como investir em espaços adequados, possuir estruturas e equipamentos  de qualidade, contar com uma boa qualidade de som e imagem, bem como disponibilizar segurança de qualidade.

Deve igualmente investir em bons prestadores de serviços, como Buffet e pessoal de limpeza, além de acomodações e de detalhes que fazem a diferença para agradar os participantes, como a distribuição de brindes personalizados.

Destaque-se aqui, entretanto, que técnicas de vendas adequadas permitem que seus eventos tenham maior possibilidade de gerar interesse que, em conjunto com os cuidados relacionados aos detalhes, trarão maior qualidade e satisfação de todos os participantes.

Além de sempre ser recomendável que sejam destacados os diferenciais que o evento terá, é preciso evitar abordar certas expressões e comportamentos no momento de vender seu evento.

Vamos ver então 10 dicas sobre o que não dizer para vender eventos.

1.      Não ouvir as pessoas

Embora estejamos relacionando dicas sobre o que não dizer para vender eventos, é importante destacar um fator que interfere diretamente na decisão de um consumidor.

Em eventos ou em qualquer venda que se deseje realizar, o sucesso está em ouvir o consumidor.

As ações em redes sociais sempre têm mais êxito quando as pessoas interagem e podem externar suas opiniões, assim como clientes que desejam contratar os serviços de um evento mais restrito.

Nesse caso, é preciso ouvir mais que falar, pois assim não se cai na armadilha do que não dizer para vender eventos e, além disso, as pessoas se sentirão mais sensíveis a ouvir suas explicações no momento certo.

2.      Efetuar críticas à concorrência

O que não dizer para vender eventos é usar críticas quanto a concorrentes que estejam também considerando a realização de eventos similares aos seus.

A crítica ao concorrente estimula as pessoas a terem interesse em descobrir se aquilo que está sendo informado é verdadeiro ou não e assim ao invés de atrair o interesse para seu evento, poderá ocorrer o contrário, estimular o cliente a procurar seu concorrente.

Em alguns casos, até pode ser considerada uma atitude antiética e seu evento pode perder a credibilidade.

3.      Destacar que o seu preço é barato

Eventos são oferecidos com destaque a seus diferenciais e suas inovações, com o objetivo de agregar satisfação naqueles que participarão.

Uma das coisas que não se deve dizer para vender eventos é com relação a preços: não deve dizer que os seus são os mais baratos, pois isso pode induzir a uma interpretação de  que pode estar ocorrendo um comprometimento da qualidade e não com a sua qualidade do evento.

Se um preço for justo em relação à oferta de qualidade do evento, ele será o que menos importará na decisão de quem deseja contratar ou participar do evento.

4.      Expressões que induzam a uma interpretação incorreta

10 dicas sobre o que não dizer para vender eventos

PHOTO BY JOHANNES KRUPINSKI ON UNSPLASH

Ao se dirigir às pessoas com expressões como “sendo honesto” ou “para falar a verdade”, entre outras similares, quem está ouvindo pode entender que somente a partir desse momento a empresa está usando de informações corretas e isso é um risco muito grande.

As pessoas desejam sempre ser informadas com exatidão e transparência sobre um evento, então externar uma opinião honesta é o que se espera desde o início.

E essas frases são exemplos bastante interessantes do que não dizer para vender eventos.

5.      Demonstrar falta de interesse

Uma das expressões que não se deve dizer para vender eventos é “eu não sei”, pois assim estará levando as pessoas a entender que não serão esclarecidas sobre o assunto.

Quando se faz uma oferta de um evento, podem ocorrer dúvidas que não se consigam responder de pronto, então substituir a expressão de desconhecimento por um modelo de busca e retorno da informação, de forma imediata,trará segurança a quem deseja participar de um evento.

6.      Se autopromover

10 dicas sobre o que não dizer para vender eventos

PHOTO BY NEW DATAS SERVICES ON UNSPLASH

Eventos realizados possuem uma avaliação própria e o ideal é que os consumidores possam acessar essas informações e tirarem suas conclusões.

Uma das afirmações do que não dizer para vender eventos é: “Somos os melhores nesse tipo de evento”.

Isso pode gerar uma expectativa muito grande em quem vai participar ou mesmo uma insegurança quanto à afirmativa que acabou de ouvir, deixando a pessoa na dúvida e, muitas vezes, desistindo de aderir ao evento.

7.      Não transmitir segurança

Expressões como “talvez” ou “pode ser que” são bons exemplos do que não dizer para vender eventos.

Os consumidores querem ter certeza de estarem contratando algo que poderão usufruir da maneira como lhes foi apresentado e assim, quando mantém alguma dúvida sobre o evento, certamente não serão motivados a participarem.

Seja assertivo e transmita com segurança todas as informações ao cliente, esclarecendo as dúvidas de forma imediata.

8.      Evite generalizar

Um dos tipos de coisa que não se deve dizer para vender eventos é generalizar alguns diferenciais em seu evento.

Uma expressão que induza a pessoa a considerar que seu evento é perfeito para qualquer um pode representar que ele não possui diferenciais, de forma que as pessoas possam se sentir em um acontecimento único.

Ao vender seu evento, não afirme que ele seja perfeito para qualquer um, mas sim que ele é único e que trará muita satisfação ao participante do início ao fim.

9.      Nunca crie expectativas falsas

Muitas vezes, no afã de vender um evento, utilizam-se padrões de promessas que não serão cumpridas ou mesmo ainda não estão contratadas.

Nesses casos, é melhor não prometer para não criar  expectativa e depois não conseguir realizar.

É melhor, portanto, perder uma venda por não ter como atender à demanda do participante do que queimar a imagem de uma marca e depois certamente sairá muito mais caro recompor o nome.

10.   Evite afirmativas absolutas

10 dicas sobre o que não dizer para vender eventos

PHOTO BY VOLODYMYR HRYSHCHENKO ON UNSPLASH

Utilizar palavras do tipo “nunca” ou “sempre” denota grande responsabilidade e não se considera algo fatal; não é possível trabalhar sem considerar os imprevistos.  

Esses são outros exemplos de palavras que passam falta de credibilidade e que podem afetar a decisão de uma pessoa em aderir ao seu evento.

 

Agora você sabe o que não dizer para vender eventos

Cuidar bem de todas as técnicas de vendas e observar o que não dizer para vender eventos são aspectos de fundamental importância para um evento de sucesso.

Então, não se descuide de seu processo de vendas com qualidade, a fim de garantir os melhores resultados possíveis. Deixe um comentário sobre esse artigo, dizendo se você toma cuidado sobre o que não dizer para vender eventos.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39735 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...