Hotéis com salão para eventos, só os cinco estrelas

Dezenove hotéis de dez estados foram os primeiros a ter suas categorias identificadas pelo número de estrelas (de uma a cinco), de acordo com os novos critérios estabelecidos pelo governo federal

Publicado em 10/10/2012

Avalie este Artigo
4

O foco de muitos empreendimentos do setor de festas e eventos tem sido no mercado corporativo. De acordo com muitos executivos, incluindo o segmento hoteleiro, atualmente 60% dos hóspedes de grandes capitais são empresários que vêm para eventos empresariais.

Para o próximo ano, alguns encontros, do setor, já estão confirmados, como a Soccerex – maior feira de futebol do mundo, que será na cidade do Rio de Janeiro. Há uma demanda grande na cidade para este nicho. O melhor exemplo é a recente Rio + 20, aonde a ocupação chegou a 100%.

Espaços de convenções de hotéis conceituados, no Rio de Janeiro, devem passar por grandes reformas com o intuito de atender com ainda mais qualidade o público business. Ainda há eventos importantes que a capital fluminense vai sediar, como as Olimpíadas e a Copa do Mundo, evento que levará outras cidades a reformar seus espaços hoteleiros para melhor receber os visitantes.

Para viajantes a negócios, bons empreendimentos que oferecem um apropriado Centro de Convenções é uma vantagem a ser considerada.  Há espaços que conseguem atender até 2 mil pessoas, além dos chamados Board Meeting Room, uma sala totalmente equipada com modernos aparelhos, reunindo conforto e serviços personalizados, projetada para receber reuniões estratégicas.

Quando o assunto é evento social e corporativo, a inovação é o grande gancho. Há hotéis que oferecem algo como o Inspired Meetings. Aqui, o hóspede tem a opção de uma decoração temática. Isso mesmo, um profissional se encarregará de providenciar e organizar junto a cada um dos envolvidos essa tarefa. Ou seja, todo e qualquer pedido será centralizado nessa pessoa-chave, que irá personalizar o atendimento, assim como as etapas do evento. Segundo os empresários estas são medidas que visam adaptar todas as solicitações dos clientes facilitando as escolhas e execuções para que cada evento seja único e memorável.

Além de toda a estrutura de salões para eventos, um dos destaques de um bom hotel é, sem dúvida, a gastronomia, cuidadosamente pensada por grandes chefs, o cliente pode optar por uma oferta de banquete totalmente personalizada, com qualidade mundialmente reconhecida. São inúmeros tipos de menus à disposição dos clientes.


Bons hotéis também se destacam como ótima opção para receber eventos de diversos portes, desde mega festas, como casamentos e formaturas, a reuniões corporativas, como congressos, workshops, treinamentos, passando por eventos intimistas. E os corporativos vêm ganhando destaque nos últimos tempos.  

Muitos têm os ambientes integrados e servem em formato de buffet ou com um requintado serviço empratado. “O sucesso de um evento sempre é uma satisfação nossa. 

 

slide-108.jpgfoto:vivenda colonial

 

Avaliação

Dezenove hotéis de dez estados foram os primeiros a ter suas categorias identificadas pelo número de estrelas (de uma a cinco), de acordo com os novos critérios estabelecidos pelo governo federal.

Estes empreendimentos passaram pelo processo de avaliação estabelecido no Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem do Ministério do Turismo. O presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis (ABIH), Enrico Fermi, estima que cerca de 5 mil hotéis estejam classificados até o final de 2013.

O certificado confere quesitos como sustentabilidade, infraestrutura, equipamentos e serviços oferecidos aos hóspedes. “A classificação é um instrumento importante para colocar nossa hotelaria em pé de igualdade com a dos países ícones do turismo mundial”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Com a reformulação do sistema de classificação, a marca estrela passa a ser exclusiva do governo federal. Ela somente poderá ser utilizada pelos meios de hospedagem avaliados de acordo com os critérios do SBClass, que visam aumentar a competitividade da hotelaria brasileira e servir como fonte de informação para o consumidor.

O novo sistema conceitua e classifica sete tipos de meios de hospedagem: hotel, flat e apart-hotel, resort, hotel fazenda, hotel histórico, pousada e cama&café. Para cada tipo existe uma matriz que relaciona quesitos obrigatórios, que devem ser atendidos pelo empreendimento para que ele seja classificado na categoria pretendida. Por exemplo, o serviço de café da manhã é obrigatório para todas as categorias de hotel. Já a existência de salão de eventos é obrigatória somente para hotel que pretende adotar cinco estrelas.

Entre os meios de hospedagem classificados estão pousadas, hotéis, hotel histórico e resorts. Os empreendimentos estão localizados nos estados de Minas Gerais (4), São Paulo (3), Distrito Federal (2), Bahia (2), Paraná (2), Goiás (2), Rio Grande do Sul (1), Pernambuco (1), Rio de Janeiro (1) e Tocantins (1). No total, 97 hotéis estão inclusos no sistema, em diversas fases do processo de classificação.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39680 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...