Artigo oferecido por:

A fotografia como instrumento de retenção de marca

Publicado em 24/09/2009

Avalie este Artigo
4.2

O organizador de um evento conta hoje com possibilidades de lembranças interativas com seu público impensáveis há menos de uma década. Esta mudança tem um nome: fotografia digital.

Quem organiza um evento se preocupa com todos os detalhes que farão dele uma experiência positiva para o convidado. Traça uma estratégia para convidá-lo, adota todos os cuidados na recepção, cuida da decoração e alimentação, além, claro de elaborar detalhadamente a ação principal do evento.

Partimos aqui do princípio que todo evento corporativo tem o objetivo de fazer com que o participante se aproxime de uma "marca", seja ela representada por um serviço ou por um produto, e que a expectativa é que esta aproximação resulte em uma fidelização futura.

Sob esta ótica, muitas vezes as ferramentas que poderiam melhorar a retenção da marca na memória do público do evento é negligenciada. Em quantos eventos recebemos, ao final, brindes de pouca durabilidade, que logo são descartados pelo convidado?

Sem desmerecer os brindes tradicionais, que cumprem seu papel em outras momentos no relacionamento com clientes, a tecnologia recente tem possibilitado desenvolver ações personalizadas de interação com o público que agregam valor à "vivência" do convidado no evento.

Falo da tecnologia da fotografia digital. Chegou de forma muito rápida a partir da metade do ano 2000 e possibilitou ações impensáveis a cerca de 5 anos.

Atualmente é possível explorar a tecnologia da fotografia digital para propiciar uma interação com os participantes do evento sem precedentes em termos de rapidez e impacto positivo, gerando, ao mesmo tempo uma experiência emocional ao participante e um brinde personalizado que manterá a marca em evidência por tempo indeterminado.

Você jogaria fora uma fotografia sua, feita com o seu consentimento, em um contexto positivo de um evento?

Hoje é possível criar inúmeras ações com fotografia dentro da dinâmica de um evento, propiciando ao mesmo tempo entretenimento, interação e retenção de marca, já que, na foto impressa entregue ao convidado é possível a inserção de qualquer mensagem importante para o organizador.

Esta possibilidade de interação tão imediata ainda não foi possível com outras formas de brindes.

Deseja fotografar e entregar a foto na hora junto com a maquete de seu produto?  Quer contratar um artista para fotografar com seu público no evento? Quer criar um mailing list cadastrando o público que levará uma foto de recordação? Todas estas ações podem ser realizadas de forma interativa no tempo de duração do evento.

O produto final, a fotografia impressa, além de conter a mensagem do organizador, trará permanentemente a recordação do contexto em que foi produzida, aumentando a retenção da mensagem que o organizador deseja passar ao participante.

A tecnologia da fotografia, criada no Séc. XIX, em mais de um século de existência nunca passou por uma transformação tão grande quando nos últimos anos.

Se antes a fotografia era utilizada exclusivamente para um arquivo do organizador, que quase sempre ficava guardada em algum álbum ao fundo de um arquivo, hoje ela proporciona formas de relacionamento há pouco impensáveis.

As possibilidades de exploração destas tecnologias estão ainda no começo. A criatividade dos organizadores de eventos fará a diferença daqui para frente quando se falar em brindes personalizados em eventos.

Eduardo Grigaitis


Artigo criado por: Balaio de Idéias - Fotografia e Comunicação

Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39566 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...