7 dicas para controlar a presença de menores em eventos

Se você deseja sempre mais informações sobre a realização de eventos, certamente precisará ter contato com dicas para efetuar o controle sobre a presença de menores em eventos. Tenha uma boa leitura!

Publicado em 30/11/2021

Avalie este Artigo

Eventos de qualidade sempre atraem grande interesse e devem ser realizados tomando todas as providências de controle de acesso e diversão do evento.

Muitas vezes, ao comprar um ingresso ou fazer uma inscrição, pode-se entender que o acesso será liberado automaticamente. Porém, há situações em que o controle de acesso deve considerar limitações de idade, de participação e de consumo de produtos dentro do evento.

Nesse aspecto, é importante destacar a preocupação com a entrada de menores de idade em eventos que possuam limitação acima da faixa etária que o participante possui.

Nesses casos, deve ficar clara a limitação de acesso ou de restrições no evento.

Vamos descrever sete dicas para controlar a presença de menores em eventos e, assim, não correr riscos com a realização de eventos.

1.      Obtenha um alvará de autorização

Uma forma de controlar a presença de menores em eventos é escolher espaços que sejam adequados, com boa estrutura de segurança e sinalização apropriada.

Porém, é necessário que o local possua um alvará de autorização de realização de eventos do tipo escolhido, caso contrário, há chances de o evento ser interrompido por fiscalizações.

Os alvarás indicam as restrições de idade e devem ser obtidos junto às prefeituras de cada município. Sem esse documento, os menores não poderão acessar o evento. Aliás, nesse caso, se o evento for realizado, corre-se riscos de ser interditado e os responsáveis por ele responderem a processos judiciais.

Isso vale para locais abertos, como chácaras, que devem cumprir as legislações.

2.      Cuidado com a oferta de bebidas alcoólicas

7 dicas para controlar a presença de menores em eventos

PHOTO BY BIANCA BERG ON UNSPLASH

Ao controlar a presença de menores em eventos, é importante estar atento aos detalhes de suas realizações.

Em junho de 2019, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), do Senado Federal, aprovou o Projeto de Lei do Senado nº 486/2018, que proíbe a entrada de menores em eventos com livre fornecimento de bebidas alcoólicas.

Embora esse projeto ainda não tenha sido aprovado,  ele é um indicativo de que pode alterar o acesso de menores a eventos desse tipo, complementando o documento do ECA (Estatuto da Criança e Adolescente).

As empresas devem estar atentas para acompanhar e atender a legislação visando a evitar riscos. Enquanto isso, é importante que menores de idade não tenham acesso ao consumo de álcool nos eventos.

3.      Mantenha todas as informações de forma transparente

Para melhor controlar a presença de menores em eventos, é necessário que as informações sobre o acesso sejam as mais transparentes possíveis. Os convites  devem conter os detalhes e as restrições que o evento requer.

O ideal é definir claramente as regras, para evitar frustrações devido aos impedimentos para acessar o evento após a compra dos ingressos.

Em caso de o evento oferecer consumo de bebidas, os responsáveis devem ser informados adequadamente.

Estabelecer os horários do evento e as formas de acesso também são importantes para que os menores possam se orientar quanto a seus deslocamentos.

Todas as limitações do evento devem ser estabelecidas, assim tudo estará bem informado para um acesso sem problemas.

4.      Invista em um controle de acesso com checagem automática

A fiscalização e a segurança de qualidade são essenciais para controlar a presença de menores em eventos.

A tecnologia tem disponibilizado diversos recursos de identificação por validação de fotos e confirmação dos dados do participante. É possível, ainda, utilizar QR Code, que permite acesso sem maiores entraves.

É ideal, também, que o menor possua uma identificação emitida no momento de sua entrada, como pulseiras que reconheçam, por cores, a condição de menor.

Há, ainda, a possibilidade de oferecer uma plataforma que pode ser acessada a qualquer momento com os dados a respeito dos convidados – documentos, nomes etc.

Eventos com participação de menores requerem mais atenção por parte dos seguranças e cuidados em abordagens.

De qualquer forma, a atenção no momento do acesso é determinante para um evento seguro a todos.

5.      Treine sua equipe e seus fornecedores

O treinamento e a qualificação de todos que vão trabalhar em um evento é uma excelente maneira de como controlar a presença de menores em eventos.

Equipes de apoio, como Bartenders e Buffet, devem ser orientadas quanto aos cuidados a serem tomados ao servir menores.

Elas devem ser treinadas sobre como proceder, inclusive, quanto a soluções de conflitos e às formas de se dirigir a menores e a seus responsáveis. Esses cuidados são determinantes para que não se criem desentendimentos, principalmente no momento em que vivemos de tantos relatos de conflitos.

Ter uma equipe bem preparada e coesa é o melhor modo de conseguir sucesso em um evento.

6.      Adote uma autorização de acesso para menores de 16 anos

7 dicas para controlar a presença de menores em eventos

PHOTO BY CHARLES DELUVIO ON UNSPLASH

Mesmo que os menores estejam acompanhados de responsáveis que não sejam seus pais, é importante que aqueles com idade abaixo de 16 anos tenham uma autorização formal para ingressar nos eventos.

Isso ocorre para evitar que menores de idade sem autorização de seus responsáveis legais ingressem em eventos ou que estejam acompanhados de pessoas não autorizadas.

A autorização para menores de 16 anos é exigida em vários eventos que também requerem um documento de identidade com foto, data de nascimento e nome completo. Esse procedimento é importante como forma de assegurar um acesso que não apresente riscos ao menor.

7.      Cuide da fiscalização e da manutenção das estruturas

7 dicas para controlar a presença de menores em eventos

PHOTO BY TOBIAS TULLIUS ON UNSPLASH

Normalmente, os eventos oferecem distrações, como brinquedos e demais atividades de lazer, e, mesmo em shows, essa situação é oferecida. Desse modo, é importante sinalizar as idades mínimas permitidas e quais brinquedos estão em condições seguras de manutenção e uso.

Uma rígida fiscalização deve ser mantida, ainda, quanto ao cumprimento dessa restrição para não correr riscos desnecessários. Por isso, uma identificação e uma avaliação da situação do menor são bastante adequadas, visando a evitar usos indevidos e riscos de acidentes.

Agora você sabe como controlar a presença de menores em eventos

Importante controlar a presença de menores em eventos, e, para que isso ocorra de forma adequada, é fundamental exercer uma vigilância apropriada e criar instrumentos que possam auxiliar nesse trabalho.

Cumprir a legislação em vigor é outro ponto que deve ser atendido, assim, será possível evitar que o evento sofra sanções ou seja interrompido.

Aproveite e faça um comentário com sua opinião sobre como controlar a presença de menores em eventos.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39756 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...