Atuação do Mestre de Cerimônias

A participação do Mestre de Cerimônias é imprescindível numa solenidade que se queira dar um tom oficial.

Publicado em 05/04/2012

Avalie este Artigo
4.6

  Mesmo hoje em dia, poucos sabem o verdadeiro significado e principalmente muito pouco conhecem a respeito desta atividade. Na verdade, o Mestre de Cerimônias existe desde a antiguidade e suas características e importância variam de acordo com seu povo e sua cultura. Basta consultarmos livros de história para sabermos como aconteciam as solenidades civis, militares ou religiosas no Egito, Grécia, Roma, entre outras, na idade média e mesmo nos tempos modernos e contemporâneos.

  O cerimonial é caracterizado por um conjunto de formalidades, regras e normas, a serem seguidas na organização de uma cerimônia oficial, em especial, definindo a sua sequência e regulando os diversos atos que compõe. É, na verdade, o conjunto de procedimentos a serem observados em atos solenes ou festas públicas.

Essas normas servem para orientar e disciplinam o comportamento e a postura das autoridades, personalidades ou participantes em geral dos eventos de ordem oficial ou não.

Podemos classificar como modalidades de cerimonial, o diplomático, militar, religioso, esportivo, etc., que derivam e são disciplinados rigorosamente por disposições legais, oficiais ou tradicionais.

Seguindo o protocolo

Protocolo é a ordem hierárquica que determina as regras de conduta aos governos e seus representantes em ocasiões oficiais ou particulares. A hierarquia existe em todas as sociedades organizadas.

O protocolo implanta método, controle, porte e decoro que, além de regular a conduta nas cerimônias públicas e privadas, estabelece as leis para trocas de correspondências oficiais e privadas, o modo de vestir, sendo, de fato, um modo que faz com que cada um receba a posição e o respeito ao qual seu cargo faz jus. Basicamente é o conjunto de usos e formalidades que se deve respeitar.

O profissional

Mestre de Cerimônias é a pessoa encarregada de fazer a locução da solenidade, não devendo ser confundido com o cerimonialista. A participação do Mestre de Cerimônias é imprescindível numa solenidade que se queira dar um tom oficial (clássico) ao evento. O Mestre de Cerimônias deverá claro, ter boa voz, boa dicção e boa leitura. É importante que o profissional se familiarize com o que irá acontecer no evento, redigir com os coordenadores o “script” e a relação das autoridades, pela ordem de precedência. É também bom lembrar que do seu bom desempenho, dependerá o sucesso do evento. Ter conhecimento dos trâmites do cerimonial público e iniciativa são competências do Mestre de Cerimônias.

Entretanto, cuidar da aparência é preciso. Roupas bem alinhadas, asseio corporal, cabelos bem cuidados, postura correta e ser discreto na apresentação, pois alguns eventos sempre exigem sobriedade e muita segurança, são requisitos. O profissional deve limitar-se ao ato de apresentar a sequência do evento e procurar a não fazer disso um show. O Mestre de Cerimônias não é um “show-man”, mas um mediador, controlador da cerimônia.

 

 HV7 cerimônial

Foto: HV7 CERIMONIAL

Para esta função o Mestre de Cerimônias deve ter credenciais para o evento que irá apresentar. Pois é esperado que ele tenha todas as condições de conduzir o evento de forma profissional.

Mais que boa dicção ou ter impecável apresentação, ele deve ter principalmente postura. O traje mais adequado para qualquer ocasião é sempre usar um terno preto, camisa branca, gravata preta ou similar e sapatos impecáveis.

Em relação à barba, ou muito bem aparada ou, o que é mais recomendável, não ter. Deve o Mestre de Cerimônias, chegar com antecedência mínima de uma hora, dessa forma poderá conhecer o texto e tirar eventuais dúvidas de pronúncias, além de verificar o local que irá se posicionar e se o microfone que vai utilizar está em boas condições.

Estando resolvidas estas questões, que podem bem atrapalhar o profissional, o Mestre de Cerimônias seguramente estará apto para realizar um bom trabalho. E fazer um bom trabalho evidenciará para quem o contratou que poderá tornar a fazer outros. É muito importante que este Mestre de Cerimônias tenha um valor de diária compatível com o valor de mercado. Claro que ele poderá ter seu próprio preço baseado nos custos que terá para deslocamentos, alimentação ou hospedagem, mas feito isso o preço poderá ser ajustado da melhor forma possível.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39005 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

 

© 2007 - 2017 Organizando Eventos Todos os direitos reservados

Desenvolvido por anverso.net.br

Aguarde...