6 em cada 10 profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020

Se você tem interesse em se atualizar em assuntos relacionados à organização de eventos, precisa conhecer o panorama sobre o mercado de trabalho dos profissionais de eventos e como foram afetados pela pandemia em 2020.

Publicado em 07/12/2020

Avalie este Artigo

A pandemia gerada pela COVID-19 afetou o mundo todo e as atividades econômicas foram bastante impactadas com reflexos nas empresas, no mercado de trabalho e na ocupação dos profissionais desse segmento.

 

Mesmo com a retomada dos eventos presenciais, vários modelos serão adaptados às  exigências necessárias para manter a saúde de todos. E por um longo período ainda afetarão os profissionais e empresas de organização de eventos, assim como seus parceiros, com grande proporção de geração e empregos.

Neste artigo vamos apresentar os dados e que 6 em cada 10 profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020, assim como as estratégias para tentar alterar esse panorama.

Profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020

Em outubro de 2020, pesquisa na área de eventos identificou que 61 % dos profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020.

Tais profissionais tiveram de contar com trabalhos diversos, fora de suas áreas, para gerar renda que os sustentasse ou contaram com o auxílio emergencial do governo federal para que pudessem ter renda até essa data.

Certamente o auxílio emergencial é que permitiu a sobrevivência, da maioria dos profissionais, até porque na maior parte do ano, as atividades nas mais diversas áreas foram quase que totalmente paralisadas.

Para se ter uma ideia da situação no ano, quase 90 % dos profissionais exerceram alguma atividade presencial na área de eventos até março de 2020, sendo que um pouco mais de 15% da categoria permaneceu atuando de alguma forma em eventos, com menor quantidade de realizações e menos volume de trabalho.

E a situação das empresas de eventos?

Os profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020 , dentre outras razões, pelo fato de que, em sua maioria, eventos que se realizavam de forma presencial foram impedidos de ser realizados.

Dessa maneira, o que era fonte de resultados financeiros e de ocupação de profissionais para trabalharem nessa área, do dia para a noite, foi interrompido.

As empresas de eventos tiveram então que suspender contratos e reduzir seus faturamentos de maneira substancial, muitas inclusive não resistiram e fecharam as portas.

Levantamentos de entidades da área identificaram que quase 70 % das empresas permanecem ativas, mas com trabalhos muito reduzidos e de formas variadas.

Dessa forma, a necessidade de redução de quadros foi necessária.

Empresas maiores partiram para eventos on-line, em drive-in, porém as menores vêm sofrendo bastante para se manterem atuantes.

Os profissionais mais afetados

6 em cada 10 profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020

Os profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020, mas em alguns casos a situação se tornou bastante crítica.

Todos os profissionais com atuação que dependa exclusivamente dos eventos físicos, tanto em prestação de serviços junto aos participantes, como aqueles que cuidam das estruturas e atrações, e também o pessoal administrativo, sofreram (e ainda sofrem) com essa situação.

Relacionamos a seguir os profissionais mais afetados na área de eventos por conta da paralisação imposta pela pandemia:

 

Quais os caminhos buscados pelos profissionais ligados ao segmento de eventos

É normal que, ao existir uma retração no mercado, as pessoas busquem alternativas, porém como os profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020 em cujo período foi mais rigoroso quanto à desocupação do setor, foi necessário que os profissionais tomassem medidas paliativas durante um tempo e traçassem novos horizontes para a sobrevivência.

Levantamos de instituições do setor de eventos têm apresentado um resultado de que quase metade dos profissionais vem buscando recolocação em áreas diversas, ou priorizando ações que os permitam empreender.

Outra parte considerável de 47% apostam que o retorno dos eventos ocorrerá ainda no início de 2021 e esperarão que o mercado reaja com bastante força.

Quais as perspectivas de mercado?

6 em cada 10 profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020

A constatação de que profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020 permite avaliar que essa situação tenderá a se ajustar nos próximos meses, com a retomada de eventos presenciais.

Porém, a demanda por profissionais será menor e dessa forma muitos terão de optar por uma nova atuação ou qualificação intensa para se manter na área de forma segura.

Provavelmente, com a descoberta da vacina o segmento de eventos será retomado, mas há uma dúvida ainda: as atividades voltarão com a força de antes da pandemia, ou será uma nova realidade, com pessoas receosas por aglomerações e, nesse caso, o meio terá de seguir em busca de inovação? 

Nesse aspecto, as empresas de organização de eventos devem se preparar para buscar alternativas de oferta de eventos diferenciados, criativos e inovadores, com uso bastante intenso da tecnologia e a garantia de um ambientes saudável, quando de eventos presenciais.

A necessidade de mudança para atender ao mercado

7 exemplos de mudança organizacional para usar nos negócios

Os consumidores estarão mais atentos a alguns cuidados essenciais para o retorno a eventos presenciais.

Embora se verifique que muitas pessoas têm se comportado de forma mais livre em se reunirem em baladas, como bares e restaurantes, além de encontros em áreas como praias e parques, uma parte significativa tem mantido certo receio de participar desses encontros.

Por outro lado, as empresas de organização de eventos têm sido constantemente fiscalizadas e verificadas quanto às condições de realização dos eventos, com objetivo de atestar o cumprimento das diretrizes das secretarias de saúde e do ministério da saúde.

Ambos os processos estão levando a uma mudança de realização de eventos com priorização de eventos on-line ou mesmo com redução de participantes nos eventos presenciais.

Assim, os profissionais que continuarem a trabalhar como equipes de apoio terão de se qualificar para estarem preparados para essa nova realidade, que deve permanecer por alguns anos e permitirá que esses profissionais sejam disputados no mercado.

 

Conclusão: profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020

Os profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020 assim como quase todos os profissionais que trabalham nas mais diversas áreas.

Nesse contexto é importante que o trabalhador se qualifique para ingressar em novos processos de eventos e que as empresas possam usar novas ferramentas para evitar um prejuízo contínuo, além de contar com os melhores profissionais e empresas no futuro.

Aproveite e dê sua opinião sobre este artigo e a cruel realidade de que profissionais de eventos perdem trabalho na pandemia 2020.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39761 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...