Artigo oferecido por:

Casamento entenda o porquê de personalizar

Publicado em 28/02/2011

Avalie este Artigo
4

Quem leu o artigo sobre personalização de aniversários já entendeu o diferencial entre personalizar e escolher uma temática. No caso dos casamentos, vou usar o mesmo exemplo inicial para facilitar a compreensão: personalizar não é comprar uma roupa de grife (que, apesar do valor agregado, na maior parte das vezes, não é exclusiva). Personalizar é contratar um alfaiate e fazer uma roupa para você, única, sob medida.

No caso dos casamentos, a personalização foi muito bem assimilada em países da Europa e da América do Norte e, no Brasil, tem ganho mercado ano após ano. Porém, ainda com alguns probleminhas conceituais, uma vez que para ter uma festa personalizada não é simplesmente mudar o cabelo dos noivinhos desenhado na latinha de mint to be ou fazer tudo igual ao casamento da sua melhor amiga, mas, em outra cor. E, infelizmente, há no mercado profissionais que oferecem estas opções com o nome de

personalização.

Personalizar um casamento não é tarefa tão simples e requer um mínimo de envolvimento entre cliente e fornecedor.

Não basta saber a data e o nome dos noivos, ou se são loiros ou morenos. É preciso que haja uma troca maior de informações para que a festa fique realmente com a cara dos noivos. O estilo e os gostos dos noivos precisam estar ‘impressos’ em cada detalhe. E isso deve ser feito de uma forma clara e sutil ao mesmo tempo, de forma a ser percebido pelos convidados sem causar impactos exagerados (que podem ser negativos). Nos detalhes da personalização ficará claro se o casal é romântico, moderno, tradicional, zen...

Mas, essa sintonia entre cliente e fornecedor exige empenho dos dois lados, uma vez que, muitas vezes, não bastará o preenchimento de uma ficha cadastral ou a troca de um e-mail para isso.

Além disso, casais que pretendem personalizar seus casamentos devem procurar serviços especializados e, quanto menos fornecedores diferentes, maior o grau de ‘cumplicidade’ entre cliente e fornecedor, favorecendo o entendimento entre as partes e melhorando o resultado final.

Para saber se você quer um casamento personalizado ou não, pense no seguinte: você gostaria de decorar sua casa, escolhendo móveis, cores, cortinas e objetos a partir de seus gostos e predileções, ou preferiria comprar uma casa sem vê-la por dentro e aceitar o que outros acharam que seria melhor para você?

Faça de “seu” casamento, um momento verdadeiramente “seu”!

Ana Claudia Dalagnoli - Graduada em Comunicação Social – Jornalismo (2004) / Especialista em Design Gráfico e Estratégia Corporativa (2007) / Coordenadora da Central de Gestão de Eventos da Universidade do Vale do Itajaí / Designer da “Mamão com Açúcar Design Gráfico”


Artigo criado por: Convites para Casamento Mamão com Açúcar Design

Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

Orçamento Expresso

Solicite Orçamento para 39456 anunciantes com um só pedido

Clique aqui para solicitar
CasamentosFestas InfantisFormaturasEventos Empresariais

Aguarde...